Buscar
  • Felipe Coimbra

Metaverso descubra tudo sobre essa nova realidade virtual

Atualizado: 29 de Nov de 2021

Entenda o que é metaverso, quais as aplicações reais dessa tecnologia, a sua importância e os dispositivos que já estão disponíveis no mercado.


Boa leitura!


Homem usando óculos de realidade virtual dentro de um mundo virtual

O que é Metaverso: conheça mais desse novo universo

de possibilidades


O termo metaverso foi utilizado pela primeira vez por Neal Stephenson, em seu romance de ficção científica de 1992, intitulado Snow Crash.


No romance, trata-se de um mundo virtual navegado pelo protagonista e a partir desse ponto, o termo passou a ser utilizado também no mundo real.


Dessa forma, ter a possibilidade de criar experiências digitais no mundo físico ou criar um mundo digital em que possa haver interação são realidades que estão mais próximas do que imaginado.


Alguns fragmentos desse novo universo de realidade aumentada já podem ser experimentados em jogos como Minecraft, Fortnite e Roblox, mas a previsão é que esse Universo irá crescer ainda mais e fazer grande parte do nosso dia-a-dia.


Poder entender o que é o metaverso e quais as suas aplicações possíveis no cotidiano é a melhor forma de se preparar para o futuro, que está mais perto do que nunca.


Assim, para te ajudar a compreender tudo dessas novas tecnologias e te explicar o que é e como funciona a realidade aumentada, criamos esse guia completo.


Mas afinal, o que é metaverso?


A palavra metaverso é a junção do prefixo grego meta, que significa “além de” e universo, e traz justamente a ideia de interação e experimentação além do nosso universo físico.


Se a internet contemporânea possibilita experiências bidimensionais, ou seja, navegamos e vivemos experiências através de uma tela, o metaverso em realidade virtual possibilita ir além, com as experiências imersivas em terceira dimensão.


Dessa forma, ao invés de rolar a tela, iremos ser capazes de caminhar pela internet, com a ajuda de dispositivos e softwares que nos permitirão tamanha interação.


O leque de atuação é extremamente amplo, desde a reprodução de um mundo inteiramente novo, de forma virtual, à utilização em nosso mundo físico com a inclusão de elementos digitais flutuantes na tela.


A ideia é que o metaverso seja a nova plataforma de conexão em que o uso de tecnologias integradas ajudam a criar experiências e simulações do que vivemos no ambiente real, dando ao usuário liberdade total de escolha do fazer e viver dentro do game e ampliando ainda mais sua forma de expressão, ali você pode ser quem quiser um anime, robô gigante, um alienígena haha... as possibilidades são realmente ilimitadas.


As tecnologias de Realidade virtual, realidade aumentada ou realidade mista serão cada vez mais utilizados mas agora de forma integrada em um único ecossistema digital.


Vamos entender a diferença entre elas.


O que é Realidade Virtual?


A realidade virtual, do inglês virtual reality ou VR, é o uso de tecnologia computacional para criar um ambiente simulado, que pode ser explorado em 360º.


Na realidade virtual o usuário é inserido no cenário digital para vivenciar uma experiência de imersão completa, em que o objetivo é proporcionar a sensação de estar em um ambiente virtual totalmente diferente do real.


Já existem hoje no mercado alguns jogos que utilizam a VR, com ajuda de equipamentos tecnológicos que permitem vivenciar o mundo virtual através de simulações digitais.


O que é Realidade Aumentada?


A realidade aumentada ou AR (Augmented Reality) se difere da realidade virtual porque é uma versão do nosso mundo físico aprimorada pelo uso de elementos digitais.


Dessa forma, através da realidade aumentada é possível utilizar a tecnologia para melhorar experimentações do mundo físico e incluir nas funções cotidianas maneiras de interações acessíveis e inteligentes.


Você certamente já utilizou a AR através dos smartphones, seja para realizar a leitura de um QR code ou para caçar Pokémons nas ruas da cidade, através de um jogo.


O que é Realidade Mista?


Como o nome já implica, a realidade mista, ou mixed reality (MR), funde os ambientes físico e virtual em uma nova forma, de maneira ainda mais interativa.


Esta realidade híbrida proporciona mais ação em relação aos objetos virtuais no mundo físico, com o uso de hologramas que permitem que os objetos digitais sejam manipulados como se estivessem no espaço físico.


Comparada à VR e AR, a realidade mista ainda é um conceito relativamente novo, que exige uma tecnologia ainda mais avançada, que oferece um ambiente em que a interação holográfica e real aconteça de uma só vez.


Assim, embora o metaverso seja grandemente associado ao mundo dos games, a utilização dessa interação pode ir muito além, com benefícios para várias áreas.


Quais as aplicações reais do metaverso?


O metaverso está, aos poucos, fazendo parte das nossas vidas, de algumas maneiras que não associamos ao novo universo, por estar ocorrendo de forma gradual. Veja abaixo algumas das áreas nas quais ele já é aplicado!


Entretenimento


Na área de entretenimento, muitas tecnologias já estão sendo desenvolvidas e utilizadas, principalmente na parte de realidade virtual e realidade aumentada.


Jogos como Roblox, Minecraft, Fortnite, The Sims e Decentraland criam novos mundos para o usuário interagir e se expressar livremente, podendo, inclusive, interagir com outras pessoas e socializar.


O Facebook anunciou recentemente o metaverso para combinar as funcionalidades que já eram oferecidas como experiências online vividas atualmente, associadas à terceira dimensão e projetadas no mundo físico.


A projeção do Facebook, agora Meta, é que entre 5 a 7 anos o mainframe esteja estruturado, num ecossistema como um todo onde trabalhar, estudar, jogar e se divertir possam estar conectados.


Educação


Entretanto, o metaverso vai além dos jogos e diversão. Na parte da educação ele pode oferecer uma experiência muito mais rica ao incorporar a tecnologia aos estudos.


Visualizar o sistema circulatório, visitar um museu através de um tour virtual, aprender a geografia “caminhando” nos diferentes terrenos, visualizar a ação de uma vacina no corpo humano, entre outras milhares de aplicações.


Setor imobiliário


O setor imobiliário a Nexus foi pioneira no desenvolvimento do primeiro case nacional com a Direcional Engenharia usando a realidade virtual para apresentar um empreendimento





Também já utiliza fragmentos da nova tecnologia para realizar visitas virtuais e o desenvolvimento desse universo pode expandir ainda mais essa utilização.


Varejo


Para o varejo, as novas tecnologias podem significar tanto melhorias na maneira de realizar compras online quanto a possibilidade de oferecer a reprodução de um vendedor holográfico em lojas físicas.


As projeções em terceira dimensão podem melhorar inteiramente a maneira de nos localizarmos com GPS, por exemplo e facilitar ainda mais a utilização de aplicativos de navegação.


Essas tecnologias, podem, ainda, possibilitar a “presença” de pessoas em eventos ocorrendo em todas as partes do mundo, através da experiência virtual e imersão digital.


As possibilidades são infinitas e, uma vez que as tecnologias vão evoluindo e a distribuição dos equipamentos com menor custo e velocidade de lançamentos, será possível o acesso para

mais pessoas.






#metaverso #realidadevirtual #realidadeaumentada


156 visualizações0 comentário